10% desconto na sua primeira compra

Subscreva a nossa newsletter

Portes Grátis - Portugal e Espanha Encomendas Acima 100€ *
Procurar
Close this search box.

Um projeto inspirador

Da paixão à obra, foi assim que nasceu a Cristema.

A 26 de janeiro de 1993 nasce a Cutelarias Cristema, fruto da visão do seu fundador, João da Silva Fertuzinhos.

E foi com apenas um colaborador, um artesão experiente, que esta nossa história ganha forma e toma o seu rumo de conquistas.

A determinação do fundador e o seu histórico familiar na indústria permitiram que este projeto se desenvolvesse e ganhasse maior expressão anos mais tarde, com a criação de uma unidade fabril destinada à produção de talheres.

Com o passar do tempo, e uma incessante busca por aperfeiçoamento e inovação, a Cristema atinge as metas traçadas para o mercado nacional e internacionaliza a sua marca.

O desejo de João da Silva Fertuzinhos manifesta-se em cada coleção, cuidadosamente elaborada com os melhores materiais, design moderno, e em inovação no que às técnicas de produção diz respeito.

Atualmente, é pelas mãos e visão dos seus descentes, Emanuel e Cristiano Fertuzinhos, que a Cristema prossegue a sua jornada.

Hoje, a Cutelarias Cristema orgulha-se de se apresentar com uma das maiores empresas de produção de cutelarias da Europa.

__

Nascidos em Guimarães e inspirados pelo mundo, trabalhamos para que em cada coleção se revele um pouco da nossa história.

Porque é a paixão pela cutelaria que nos move, a procura por conexões e emoções, em cada mesa que decoramos.

Marcos na História

Da paixão à obra, foi assim que nasceu a Cristema.

1879

O início da paixão pelo ramo das Cutelarias

Nascimento de António Fertuzinhos a 28 de janeiro de 1879. António Fertuzinhos (1879-1971), casado com Teresa Baptista Mendes, demonstrou, desde cedo, a sua paixão pelo mundo das cutelarias, iniciando atividade neste ramo com o fabrico de tesouras. Em 1908, nasce uma fábrica, junto ao Rio Febras, no lugar do Arquinho na freguesia de S. Clemente, onde trabalharam os seus quatro filhos: Aureliano, Isaías, David e Serafim Fertuzinhos, que, anos mais tarde, criaram as suas próprias empresas ligadas ao ramo das cutelarias. Em 1967, a fábrica encerrou a sua atividade.

1921

Uma paixão que ultrapassa gerações

A 12 de dezembro de 1921, nasce Serafim Fertuzinhos, filho mais novo de António Fertuzinhos. Serafim Fertuzinhos (1921-1991) trabalha, desde novo, com o seu pai e os seus irmãos. Em 1958, constrói no lugar do Pinheiro da freguesia de Sande S. Clemente, numa propriedade que pertencia à sua esposa, Rosa Marques, uma fábrica para a produção de canivetes, facas de mato e punhais. Anos mais tarde, dedica-se ao fabrico de tesouras de poda. Conduzidos pela tradição ligada à indústria das cutelarias, os seus filhos aí trabalharam e, mais tarde, criaram as suas próprias empresas também nesta área.

1993

O Despontar da História

A Cristema inicia a sua atividade em 1993, inspirada pela visão de João da Silva Fertuzinhos, filho de Serafim Fertuzinhos e neto de António Fertuzinhos, que, desde muito cedo esteve ligado à indústria das cutelarias. Inicialmente, desenvolve um pequeno projeto industrial com a produção de utilidades domésticas e de jardinagem. A perseverança do fundador e o seu percurso familiar ligado à indústria, permitiu que este projeto fosse evoluindo, tomando maior expressão, anos mais tarde, com a criação de uma unidade fabril destinada à produção de talheres.

2018

Nefer e Roxa, os novos membros da Família Cristema

Devido a um novo posicionamento estratégico, a empresa criou duas marcas, Nefer e Roxa, o que permitiu segmentar a sua gama de produtos. A marca Nefer – Netos Fertuzinhos, representa os talheres da linha económica, aliando a tradição familiar ao empreendedorismo das novas gerações. A marca Roxa, criada em 1908 por António Fertuzinhos, avô do fundador da Cristema, é um revivalismo das novas gerações e apresenta uma vasta gama de produtos de utilidade doméstica. Atualmente, a Cristema está associada à cutelaria de alta qualidade, fortalecendo a imagem da marca existente há mais de 28 anos.